sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Os mistérios dos Dogons

Os Dogons são uma tribo africana localizada principalmente no distrito administrativo de Bandiagara e Douenteza no Mali. Da população de 250 mil a maioria está concentrada num trecho de 90 Km de um declive chamado de Penhascos de Bandiagara.

 

Até a década de 1930 eles se mantiveram isolados do mundo exterior e resistiram a qualquer influência estrangeira. 






Sobre a tribo Dogon cai um enigma realmente incrível, possivelmente, um dos enigmas mais extraordinários encontrado pela ciência. Os Dogons são possuidores de uma mitologia rica e complexa. Suas lendas contém conhecimento astronômico que de forma alguma poderiam ter conseguido sozinhos. Isso representa um enigma que a ciência não pode explicar, e que é totalmente imune as explicações convencionais.


O conhecimento dessa tribo contém conhecimentos específicos e detalhados sobre o sistema solar, o que em muitos casos só se tornou conhecido pela astronomia mais tarde. Eles descreveram a lua como seca e estéril, sabiam que Júpiter (que eles chamam de Dana Tolo) tem quatro grandes satélites, conheciam os anéis de Saturno e descreveram as órbitas elípticas dos planetas ao redor do Sol. Também descreveram a Via Láctea como uma galáxia espiral composta por bilhões de estrelas. Além disso eles descreveram estrelas que foram descobertas apenas mais recentemente pelos astrônomos.


Onde eles obtiveram esse conhecimento? Os Dogons afirmam que o receberam de visitantes que vieram de outro sistema. Para os cientistas isso continua a ser um mistério.  


As aldeias foram construídas nos lados dos penhascos, proporcionando um ambiente espetacular.




segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Pesando as nuvens com elefantes, cães e gatos

Se você fosse calcular o quanto pesa um furacão, qual unidade usaria?


Para entender quanta água existe numa nuvem, alguns pesquisadores escolheram a unidade elefante, ou a baleia azul. Escolhendo alguns dos maiores animais do planeta, dá a todos uma melhor noção de quanta água há lá em cima, nas nuvens.

Calcular o número de elefantes em uma pequena nuvem branca vai começar a dar-lhe uma noção de quantos elefantes haveria num furacão. Uma pequena nuvem de algodão poderia pesar o mesmo que 100 elefantes (4 toneladas).



As dimensões das nuvens são bem maiores do que parecem quando olhamos daqui. Elas parecem pequenas quando se está no chão, mas muitas vezes são maiores do que pensamos.

As nuvens se mantêm lá em cima devido as correntes de ar quente que se movem da Terra e as prendem lá.

Imagine uma nuvem de tempestade. Essa pesa bem mais que uma nuvem branca. Poderia pesar o equivalente a 15 milhões de elefantes. Quem diria que todo esse peso pudesse estar sobre nossa cabeça.

                           


O furacão Rita foi um grande furacão que passou no golfo do México em 2005 como um rebanho de milhões de elefantes, mais precisamente 100 milhões de elefantes.

Naturalmente todo esse peso depende do tamanho da tempestade envolvida e, evidentemente, do tamanho do animal usado como medição. Por exemplo, se usássemos como medidas cães e gatos quanto pesaria o furacão Rita? 20 bilhões de gatos e 20 bilhões de cães. Mais do que todos os cães e gatos que existem no mundo.

Web Statistics